Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Geral
UTI do Dom Joaquim ganha nome e tem dia inteiro de inauguração

Publicado em 05/08/2021 às 14:11 - Atualizado em 05/08/2021 às 14:19

A Prefeita de Sombrio, Gislaine Cunha, foi a grande homenageada da manhã de visitação da UTI do Hospital Dom Joaquim, em uma ação do instituto Maria Schmitt, que batizou a Unidade de Terapia Intensiva como Juarez Teixeira de Borba, marido da chefe do executivo sombriense, falecido em 2018.

 

A placa de homenagem, com o nome de Juarez, foi descerrada pela manhã, em uma live realizada pela Prefeitura de Sombrio e compartilhada por diversos meios de comunicação da região, surpreendeu Gislaine e arrancou lágrimas das filhas Júlia e Helen e do genro André.

 

“Estou muito feliz. Hoje é um dia de resultado de muito trabalho, de intensa luta, de anos batalhando para que este hospital não fechasse. E para que pudesse melhorar e atender a população sombriense. Hoje aconteceu. Temos os 10 leitos de UTI Covid, vamos lutar pelo leitos permanentes. E ter o nome do Juarez, que tanto me ajudou, que tantas vezes foi um braço e um suporte meu em casa para que continuasse caminhando em busca desta conquista, é muito emocionante e um dia de gratidão”, comentou Gislaine.
Antes do descerramento da placa, o secretário municipal de saúde, Rafael dos Santos Silva, enfermeiro do próprio Dom Joaquim por 14 anos, representou a equipe lendo uma carta de homenagem e explicando a razão do nome no espaço.

 

A carta do HDJ à Gislaine Cunha

 

“Se o Hospital Dom Joaquim tivesse um rosto, certamente seria o da nossa prefeita, Gislaine Cunha.

 

Não por 2021 apenas, que ela já investiu mais de um milhão e meio, para esse projeto sair do papel. Ou pela humildade de pegar o telefone, ligar para o deputado Zé Milton e pedir ajuda para formalizarmos a conquista da UTI.

 

Mas por toda sua história de vida. Desde que vinha com seu pai aqui, Gislaine se dedica ao Hospital Dom Joaquim. Nos últimos 20 anos, é o principal nome desta luta. Ou em cargo público, ou como cidadã, ajudando de um jeito ou de outro, nosso Hospital a se segurar, mesmo cambaleante.

 

Aliás, foi dela que ouvi, ainda quando eu era enfermeiro aqui no Hospital, que estavam surgindo boatos de fechamentos de hospitais no estado. Gislaine disse: fecha qualquer um, mas o de Sombrio não vai fechar”.

 

Mas para ela chegar aqui, além de toda ajuda política e administrativa, Gislaine tem uma ajuda em especial. Estão aqui, hoje, para conferir tudo isso suas filhas, Helen e Júlia, seu genro, André, suas netas Rafaela e Izabela. Os mais velhos lembram de cada noite mal dormida, cada dia que ela chegava em casa com os ombros pesados do fardo de lutar pelo Dom Joaquim e mesmo assim, demonstrar esperança.

 

Não é de hoje, pessoal, que a Gislaine faz pelo Dom Joaquim. Não é de hoje, que sua família acompanha essa luta. E por isso, não poderíamos deixar de acatar a ideia que nos foi passada, de realizar esta homenagem e colocar, aqui na porta da entrada, o nome de alguém que tanto te ouviu falar do Hospital e tanto te ajudou e fortaleceu para que não desistissem.

 

Então, depois de tanta luta, aqui está, a UTI do Hospital Dom Joaquim, aqui está a Unidade de Terapia Intensiva, Juarez Teixeira de Borba.”

 

Um ato cheio de representatividade

 

O dia de visitação, organizado pela diretora do Hospital, Mariele Dassoler, começou cedo e com a presença de diversas autoridades políticas, religiosas, administrativas e de segurança. O ex prefeito Zênio Cardoso marcou presença no evento e falou sobre as viagens, reuniões e toda luta por esta conquista.

 

“Foram oito anos ao lado da Gislaine e agora nesse período com ela a frente do executivo é muito justo que seja feita a inauguração, é providência divina por merecimento, que fosse agora. Estou contente. Valeu a pena cada pedido, cada assinatura, cada recurso, cada viagem e cada reunião em prol deste momento”, comentou o prefeito, que esteve acompanhado do empresário Tiago Zilli durante o ato.

 

O presidente da Câmara Municipal de Sombrio, Gean Albino, os vereadores Jonas D’Ávila, João Roseno, Cristian Luchina, Chico do Maracujá, Dimi Cardoso e Adriano Magrão participaram, assim como os párocos das igrejas católicas de santo Antônio de Pádua, Padre Fábio, e da São João Paulo II, Padre Mateus.

 

A presidente da CDL, Paloma Corvalan e o comandante do Corpo de Bombeiros de Sombrio, tenente Bianchi, também foram na visitação pela manhã. A inauguração acontece às 16h30, com corte da fita inaugura. Às 17h, todos são retirados do Hospital, é feita a higienização e a UTI começa a receber seus pacientes.

 

“A luta não termina aqui. Uma etapa foi vencida. A partir de agora, vamos lutar pela UTI Geral definitiva e cada vez mais, ao lado do Imas, das forças políticas da região, como o deputado José Milton Scheffer, que nos ajudou nesta conquista, fortalecer ainda mais o Dom Joaquim, pois quem ganha é Sombrio, é Balneário gaivota, Santa Rosa do Sul e toda a região”, concluiu Gislaine.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar