---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeitura de Sombrio deu fim a um passado de sofrimento com chuvas

Publicado em 04/10/2018 às 15:52 - Atualizado em 04/10/2018 às 16:01

Trabalho de prevenção da prefeitura tornaram imagens de cheia apenas fotos de recordação de como eram os problemas.

 

A Prefeitura de Sombrio, desde 2013, trabalha intensamente em obras de prevenção e cuidados com a vida do cidadão em todos os setores, desde educação, com reformas de escolas, saúde, com novos e reformados postos, equipes completas de ESFs, mas, especialmente em períodos como o atual, de muita chuva, é que é possível notar o quão importante as obras de drenagem, aquelas que não aparecem, chamadas de obras enterradas, são.

 

Em bairros como São José, Januária, São Luiz, São Pedro, Raizeira, Parque das Avenidas, São Francisco e até o Centro, invariavelmente, bastava dar um período de chuva, o caos se estabelecia. A Prefeitura sempre tinha de correr para remediar, colocar famílias em abrigos improvisados em ginásio, ou salões comunitários, abrir ruas e trocar encanamentos velhos ou mal feitos ao longo do tempo.

 

“Toda chuva que dava assustava os cidadãos, cada vez que tinha dias, semanas de chuva, ou uma torrencial até por alguns minutos, o nosso telefone não parava de tocar, assim como o de rádios e jornais, na tentativa da população de chamar a atenção para seus problemas”, conta Alessandro Tavares, chefe da Defesa Civil de Sombrio, que completa: “Parecia aquela história da goteira, que a gente vê na casa da gente: quando chove lembra de consertar, depois para de chover, pra que arrumar, né?” 

 

A atitude para mudar 

 

As obras de drenagem necessitam sempre de investimentos muito alto e a prefeitura não tem arrecadação suficiente para fazer todas as ações e ainda tocar a máquina no dia a dia. Para isso era preciso tomar uma decisão forte, ter vontade política e saber que as obras que seriam feitas ficariam escondidas, a população não ia ver todos os dias e lembrar que foi o prefeito que fez.

 

“Para mim isso pouco importava. Eu queria mesmo era sanar o sofrimento dos cidadãos. Era muito triste chegar numa casa com água em meia parede, ver móveis erguidos ou mães com filhos doentes, chorando por ter a água invadindo seus lares”, relata o prefeito, Zênio Cardoso.

 

A partir desta decisão, obras de drenagem foram feitas, seguidas das obras de transformação da cidade, pavimentações com encanamentos no tamanho ideal para toda água escoar rapidamente.

 

Locais como a esquina do Banco do Brasil, bem no Centro, a Avenida Getúlio Vargas, Bairro São Luiz, esquina da Padre João Reitz com a Reduzino Tristão de Melo, o Parque das Avenidas, na Avenida Nereu Ramos, em frente a escola Nair Alves Bratti, o Bairro São José, na rua Pedro Simão, na Cohab do bairro Januária, bairro que também sofria com as cheias na esquina da Igreja Católica, bairro Raizeira, onde uma família conquistou uma das cinco casas enviadas pela defesa Civil do Estado, e muitos outros pontos que hoje em dia não dão mais problemas.

 

“Sombrio é a cidade do Vale do Araranguá que mais trabalhou com prevenção e hoje estamos assim, sem relato nenhum de cheia ou chamado de alguma família sofrendo com água em casa”, salienta Tavares.

 

“A Reduzino Tristão de Melo muitas vezes ficou debaixo da água e muitos prefeitos anteriores  iam lá ver e não faziam nada, só queria aparecer na foto. Minha mãezinha muitas vezes tinha que andar dentro d’água, infelizmente ela não está mais aqui pra ver o que o nosso prefeito Zênio fez. A rua hoje está nota 10”, afirma Gorete Rosa.

 

“Sempre busquei trabalhar pelo bem estar de cada sombriense. A obra feita pelo gestor público não precisa ser direcionada ao voto, mas sim direcionada a solucionar cada problema que afeta o nosso próximo. É preciso ter empatia, se colocar no lugar de cada um que sofre por alguma coisa diferente e encontrar a solução como gostaríamos que fizessem se fosse para nós, a aprovação, o abraço, o sorriso, ou até o fato de poder sair tranquilo de casa em dias como estes chuvosos, sabendo que nenhuma criança, nenhum idoso, nenhuma mulher mãe de família tem que abandonar sua casa por causa de alagamento é o que me deixa mais feliz”, finaliza Zênio.

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar